O mundo está cada vez mais global e interligado, com a economia em plena transformação digital a um ritmo acelerado e cheia de novos desafios e oportunidades, especialmente na forma como trabalhamos.

Publicidade

Existem novas realidades, que foram impulsionadas com a pandemia, que vieram para ficar e transformar a forma como vivemos. Falo do teletrabalho, que está em grande crescimento, dando cada vez mais origem aos nómadas digitais.

Os nómadas digitais são profissionais que trabalham online, sem necessidade de estarem num escritório. Estes profissionais têm a liberdade de poderem estar em qualquer parte do mundo, desde que haja uma boa ligação à internet. Este é um estilo de vida que está muitas das vezes ligado à tecnologia e que atrai bastante os jovens.

Nos últimos anos, o trabalho remoto tem ganho força em algumas organizações da área tecnológica, mas sempre com algumas resistências. A pandemia veio mudar tudo. Houve a necessidade não intencional do teletrabalho em grande escala, vivenciada globalmente por centenas de milhões de pessoas, o que permitiu descobrir as suas vantagens e desvantagens, levando muitos profissionais e empresas a escolherem continuar nesta modalidade de trabalho.

É uma das tendências com maior crescimento actualmente, começando já a dar sinais efectivos. Um grande exemplo desta tendência foi o Twitter, uma das principais redes sociais do mundo, que autorizou os seus funcionários a trabalharem de forma permanente a partir de casa, caso seja essa a sua vontade.

Cada vez mais os nómadas digitais começam a deixar as grandes cidades para rumar ao interior, onde os custos de vida são muito mais baixos e existe uma maior qualidade de vida. Este fenómeno tem impacto, não só em Portugal, como também um pouco por todo o mundo.

O mundo está em plena mudança, onde novos conceitos estão a transformar a forma como vivemos a uma velocidade alucinante, onde o futuro será sempre mais conectado.