A iniciativa tem como nome Digital Nomad Madeira e é uma parceria entre a Startup Madeira, o Governo Regional da Madeira e Gonçalo Hall, nómada digital e consultor de trabalho remoto.

Publicidade

O teletrabalho está em grande crescimento, dando origem a cada vez mais nómadas digitais. Para acompanhar esta tendência mundial, nasceu o Digital Nomads Madeira, um projeto de parceria entre a Startup Madeira e governo regional da Madeira, que tem como objetivo criar condições para atrair nómadas digitais de todo o mundo para virem trabalhar desde a Madeira, colmatando a quebra no turismo e potenciando as vantagens da ilha.

O projeto vai contar com profissionais das maiores empresas e empreendedores digitais, fazendo da ilha a sua casa por períodos entre 1 e 6 meses, vivendo como locais nas comunidades à volta da ilha.

Dentro deste projeto, a Ponta do Sol irá contar com um projeto piloto único, a Digital Nomad Village, onde os nómadas digitais terão acesso a um espaço de coworking gratuito, ajuda na reserva de apartamentos ou hotéis, pequenos eventos, atividades desportivas e o contacto com uma comunidade de trabalhadores remotos para criar oportunidades de negócio e networking com a comunidade local.

Para mais informações: www.digitalnomads.startupmadeira.eu