Em tempos incertos e de grandes desafios como este em que vivemos, ser empreendedor é ainda mais arriscado, mas ao mesmo tempo existe uma motivação extra para encarar os problemas e encontrar soluções inovadoras.

Publicidade

É neste momentos, onde a cultura empreendedora deve ser promovida com mais força, incentivando a criação de novas startups e apoiando as atuais de forma a combater a crise económica provocado pelo Covid-19.

Para fomentar o espírito empreendedor, decidi escolher e analisar as algumas tendências de empreendedorismo pós-pandemia:

Produtos artesanais

Uma tendência com elevado nos últimos anos que não têm tido muita projeção mediática, mas com impacto na nossa sociedade, contribuindo cada vez mais para a criação de novos negócios de sucesso.

As pessoas gostam cada vez mais de serem diferentes, ter produtos personalizados, únicos de pequenas produções, os quais são cada vez mais procurados, criando uma grande oportunidade de negócio.

Os produtos artesanais como as cervejas, queijos, sabonetes, perfumes, roupas e jóias são alguns exemplos que se destacam pela qualidade superior.

Artigos em segunda mão

Os negócios relacionados com artigos usados estão em grande expansão, este tipo e negócio ganha relevo principalmente em momentos de crise onde as famílias contam com menos dinheiro e aumentam os níveis de poupança, procurando produtos com valores mais baixos.

Os negócios em segunda mão relacionados com telemóveis e roupa são os que mais se destacam, com vários exemplos de lojas especializadas nestes tipo de produtos.

Influenciadores

É a tendência com maior evolução nos últimos anos, com impacto em grande escala na sociedade e principalmente neste momento onde estamos cada vez mais online, Youtubers, instagramers, bloggers que inspiram grandes números de seguidores, despertando o investimento das marcas. Uma atividade em grande crescimento e cada vez com mais concorrência.

Os negócios de influenciadores digitais estão ligados diretamente a criação de conteúdo, conseguido atrair investimento através da promoção de marcas externas e ou próprias focadas em comercio eletrónico.

Estas são as três tendências que na minha opinião vão fazer a diferença no mundo do empreendedorismo pós-pandemia. Tenho a convicção que vão gerar vários tipos de negócios muito lucrativos.