A startup portuguesa Codavel, que tem como missão revolucionar a experiência dos utilizadores de aplicações móveis recebeu 1,3 milhões de euros de investimento. Objetivo é aumentar a sua equipa de programadores e entrar nos mercados asiático e norte-americano.

Publicidade

A Codavel recebeu 1,3 milhões de euros de investimento, numa ronda liderada pela Armilar Venture Partners. Com este investimento, a Codavel pretende aumentar a sua equipa de programadores e entrar nos mercados asiático e norte-americano, onde já tem uma base operacional.

A startup portuguesa criou um software que permite às apps reduzir o tempo que estas demoram a carregar conteúdo (imagens ou vídeos, por exemplo) entre 20% a 80%, possibilitado que o utilizador tenha uma experiência de alta qualidade, mesmo que o seu acesso à internet não seja o melhor. A solução é particularmente relevante numa altura em que as aplicações que exigem um elevado volume de dados – como serviços de streaming, redes sociais, mobile commerce e jogos online, entre outras – se tornam cada vez mais populares.

Segundo o CEO e cofundador da Codavel, Rui Costa, “já provámos que fazemos uma diferença substancial na experiência dos utilizadores, mesmo em condições de rede mais adversas. Para a maioria das indústrias, melhorar a experiência do utilizador tem um impacto direto nas receitas, e nós ajudamos a impedir que a instabilidade das redes de comunicação destrua o investimento das empresas para garantir uma experiência perfeita”

A Portugal Ventures e a Ideias Glaciares juntaram-se à Armilar Venture Partners nesta ronda de investimento, que conta igualmente com o apoio do fundo 200M.