O empreendedorismo em Angola registou, em 2018, um aumento de 4,5% comparativamente a 2016, segundo o estudo GEM 2018/2019.

O Global Entrepreneurship Monitor (GEM) é considerado o maior estudo contínuo sobre empreendedorismo a nível mundial, releva que, em 2018, em 100 angolanos adultos, 40 são empreendedores, onde 77,9% representam actividade B2C, trabalham um mercado em que o cliente é um consumidor individual.

O estudo revela que, em 2018, cerca de 57% dos empreendedores foram incentivados por oportunidades e 38,8% pelo negócio, enquanto 4,2% por uma conjunção de motivação subjacente à criação de negócio.
As faixas etárias dos empreendedores em Angola situam-se entre os 25 e 35 anos e apresentam um nível académico meritoriamente médio e superior.

O estudo da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) em Angola foi uma iniciativa de Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI), Centro de Investigação Científica da Universidade Católica de Angola (CEIC) e do Banco de Fomento Angola (BFA) e contou com uma amostra de 2.023 indivíduos com idades compreendidas entre 18 e 64 anos.