Publicidade

O intervalo de tempo que começa depois do presente vai ser sempre com inteligência artificial em grande destaque e a dominar as nossas vidas.

A Inteligência artificial, também mencionada por AI, sigla em inglês de artificial intelligence, é um conceito relacionado com a capacidade dada aos algoritmos  de pensarem como seres humanos com a possibilidade de apreender com as experiências, sendo o seu principal objectivo simular as capacidades humanas, capazes de executar tarefas, tomar decisões, compreender e resolver problemas de uma forma rápida.

O conceito sobre a inteligência artificial é muito discutido pelo impacto que poderá ter na nossa sociedade, principalmente o medo que é criado quando os algoritmos tiverem uma inteligência idêntica ou superior aos dos humanos.

Seja qual for o futuro da inteligência artificial, hoje vivemos num mundo cheio desta tecnologia, como por exemplo as redes sociais como o Facebook ou Instagram que definem as recomendações, os conteúdos que cada utilizador vê e a publicidade que é apresentada são definidos de uma forma automatizada por algoritmos que analisam o perfil de cada utilizador.
Uma das áreas onde a inteligência artificial têm tido mais desenvolvimentos é nos assistentes digitais, como o Google Assistant, Siri, Cortana ou Alexa, ferramentas que permitem ajudar em tarefas, como a marcação de actividades  no calendário, realização de telefonemas, colocar musica a tocar ou simplesmente saber o estado do tempo, uma tecnologia em constate evolução e presente nos mais diversos dispositivos electrónicos, desde dos smartphones até as colunas de som.

A evolução da inteligência artificial trás capacidades únicas, que permitem analisar grandes volumes de informações em nanosegundos, apresentado soluções a problemas ou realizando tarefas completamente autónomas, sem receber instruções de humanos.

Os novos desenvolvimentos tecnológicos vão permitir que cada vez mais a  inteligência artificial tenha um maior impacto da nossa sociedade, onde a saúde irá ser uma das áreas com maior repercussão na melhoria dos diagnósticos e tratamentos com consequência um aumento grande da esperança media de vida.

É um novo paradigma que está a nascer, uma nova era onde as máquinas vão ser mais inteligentes do que os humanos.